04/08/2020 / Fonte: Dr. Eduardo M. Otani

Endoscopia Digestiva Alta

Entenda como é realizado o precedimento de endoscopia digestiva alta.

Não existe ainda outro exame para substituí-lo na realização dos diagnósticos das patologias do esôfago , estômago e duodeno ( até segunda porção ) .  Durante o procedimento é observado as características dos órgãos vistos por dentro e caso necessário for , um fragmento ( biópsia ) da lesão pode ser retirado para análise . Para realizar o exame é necessário que o paciente esteja em jejum de pelo menos 08 horas.  

O exame é realizado da seguinte forma :

1. Primeiramente é burrifado na garganta do paciente um anestésico local ( várias vezes )  para que o endoscópio não seja “ sentido “ durante o procedimento.
2. O paciente também recebe sedação na veia para relaxar durante o procedimento se assim optar . 
3. No ato do exame , o paciente fica deitado de lado , é colocado uma bucal , e aqueles  que querem fazer com  sedação , é nesse momento que iniciamos a aplicação endovenosa do medicamento . 
4. O aparelho percorre o esôfago , estomago e duodeno , e em todo esse trajeto é injetado ar , para melhor visualização , e aspirado , líquidos e secreções que estejam atrapalhando a visualização .
5. Após avaliado toda mucosa do estômago , é coletado um pequeno fragmento da saída do estômago para o teste da urease, com o intuito de detectar a presença ou não da bactéria Helicobacter Pylori .  
6. Terminado o exame , o aparelho é retirado suavemente e todo o  ar injetado é aspirado. . 

Todo o procedimento , desde o início da anestesia tópica com xilocaína , dura cerca de 15 minutos , mas o exame em si , apenas 05 minutos .  A todo momento a oxigenação e a frequência cardíaca do paciente são monitoradas. O paciente que realiza o exame sem sedação , é liberado em seguida , mas quando há sedação , é necessário que fique em observação por pelo menos 30 minutos após término do exame . 

Secondata web sistemas