Notícias

O que fazer nos casos graves atendidos em Goioerê.

27/11/2012

Primeiramente , verificarmos se o caso realmente é grave ; e em segundo fazer o diagnostico por orgão , para sabermos em caso de transferência , para que especialista enviar. Hoje muita coisa mudou em termos de ética e responsabilidade do médico nestas transferências. Feito estas duas avaliações , em seguida seria se o caso pode evoluir de súbito para pior , e o paciente não estaria em condições minimas de transferência  , e então há a necessidade de estabilizar o processo . Entrar em contato com o medico que aceite o caso , e o hospital a ser enviado tem a vaga necessária ; caso contrario mantêm-se internado para o tratamento sintomático especifico. Não se pode devido a gravidade tentarmos de imediato , a transferência , mesmo com a pressão dos familiares , estes pacientes podem chegar em óbito ao destino. 

Dr. Eduardo M. Otani - Hospital Santa Maria de Goioerê - Fone: (44) 3522-1144.

Secondata