Notícias

Existem 3 tipos de desidratação: conheça quais são.

03/06/2016

Dependendo da taxa de perda de água em relação aos eletrólitos, a desidratação pode ser classificada em três tipos:

Isotônica: É o tipo mais comum da desidratação, principalmente em crianças, e caracteriza-se por uma perda proporcional de água e sódio por meio de vômitos e diarreias.

Hipertônica: Segundo tipo mais recorrente. Acontece quando a proporção de água perdida é maior que a de sódio.  Acomete mais pessoas com diabetes, e representa aproximadamente 10% a 20% de todos os casos pediátricos de desidratação com diarreia. Febres prolongadas, sudorese intensa, baixa administração de água, hiperglicemia, dietas sem reposição correta e diarreias intensas são as causas desse tipo.

Hipotônica: Bastante incomum em adultos e idosos, mas representa de 10% a 15% dos casos pediátricos de desidratação com diarreia. Neste caso, ocorre perda maior de sódio do que de água. As alterações gastrointestinais ou renais, má nutrição, uso de diuréticos sem reposição adequada de sais são alguns dos fatores que podem desencadear a desidratação hipotônica.

Dr. Eduardo M. Otani - Hospital Santa Maria de Goioerê - Fone: (44) 3522-1144.

Secondata