Notícias

Perguntas e respostas sobre Sinusite

04/05/2016

1. Quais os sintomas mais frequentes da sinusite além da dor de cabeça que pode não se manifestar em todos os casos da doença?
R: A dor de cabeça surge na sinusite aguda. Em geral, o indivíduo apresenta além da dor na área do seio da face comprometido, obstrução nasal com presença de catarro purulento e sanguinolento, que incomoda bastante ao respirar, mal-estar e febre.

2. Existe uma dor de cabeça típica da sinusite?
R: É uma dor aguda, por vezes lancinante, porque a secreção fica retida num dos seios da face ou em todos eles.

3. Que tipos de sinusite existem?
R: De acordo com a região dos seios em que se manifesta, pode-se classificar a sinusite em maxilar (maçãs do rosto), etmoidal (entre o globo ocular e o nariz), frontal (testa) e esfenoidal. A sinusite esfeinodal provoca dor na lateral ou no vértice da cabeça ou, às vezes, na altura do dente canino. Há pouco, uma senhora que se queixava de dor no dente canino, me procurou depois de consultar vários dentistas e tentar diversos tratamentos. Tudo em vão, porque se tratava de um caso típico de sinusite esfeinodal com comprometimento do seio esfeinodal direito, patologia que exige cuidados específicos.

4. Quais os achados relevantes para o diagnóstico da sinusite? 
R: O diagnóstico é sempre diferencial. Parte-se da história clínica do paciente. Na fase aguda, a pessoa costuma dizer que tudo começou com um resfriado. Esse é um dado importante: geralmente um resfriado precede a sinusite. Para se ter uma ideia, o termo correto deveria ser rinossinusite, porque existe sempre uma rinite (inflamação das mucosas nasais) associada à sinusite (inflamação dos seios da face). 

5. Por que a sinusite provoca tosse?
R: Tosse pode ser o primeiro sintoma da sinusite. Na infância, é o principal elemento para um diagnóstico preciso. Praticamente 100% das crianças que tossem, são tratadas com xaropinho e não melhoram, têm sinusite. O sintoma aparece mais quando estão deitadas. As secreções caem na faringe e provocam uma reação no centro da tosse com a finalidade de eliminar o corpo estranho. Nesses casos, a tosse é quase sempre seca, irritativa. A criança dorme mal, tem sono agitado e tosse por muito tempo. Apesar de ser mais noturna, não é raro manifestar-se pela manhã, ao levantar. Nos adultos, a tosse também é sintoma importante como indício de diversas patologias respiratórias e do refluxo gástrico, muitas vezes tratado como infecção das vias aéreas, quando um antiácido ou um antirrefluxo resolveria esse problema que também pode manifestar-se nas crianças. Como o refluxo acontece mais quando a pessoa está deitada, especialmente se comeu antes de dormir, recomenda-se que durma em decúbito mais elevado, ponha um tijolinho no pé da cama ou use um travesseiro mais alto.



Dr. Eduardo M. Otani - Hospital Santa Maria de Goioerê - Fone: (44) 3522-1144.

Secondata