Notícias

Síndrome do Pensamento Acelerado

03/07/2015

Atualmente vivemos uma overdose de informação diária, além de uma grande carga de obrigações, que pode afetar a saúde mental de várias pessoas.
Depressão, estresse, síndrome do pânico e medo de ficar sem celular são algumas das situações que ocorrem com mais frequencia a cada ano que passa. Tudo isso pode estar dentro da síndrome do pensamento acelerado, que alguns especialistas dizem não se tratar de uma doença, mas um sintoma de transtorno de ansiedade.
A melhor maneira de se tratar dessa síndrome é buscar a ajuda de um especialista. As atirudes imediatas para diminuir o efeito do pensamento acelerado são dormir mais, praticar atividades físicas e incluir o lazer na sua rotina.

Dr. Eduardo M. Otani - Hospital Santa Maria de Goioerê - Fone: (44) 3522-1144.

Secondata